Home Page

Semana 04 (27.03 a 27.03) - GALILEU, E A FUNÇÃO DA CIÊNCIA

"Mas por que ponho eu em dúvida algo do que tenho necessariamente prova sensível?”
Galileu Galilei
Em 2009 estaremos comemorando 400 anos da primeira observação astronômica feita em um telescópio, e esse astrônomo tem nome: Galileu, o italiano que abriu as portas da ciência, deixando para traz todas as teorias, crendices e superstições de uma época onde o poder pertencia a Igreja, que ditava o que era certo e o que era errado.

Galileu teve a coragem, em nome da ciência, de enfrentar a toda poderosa Igreja demonstrando com evidências científicas as suas teorias. O grego Demócrito tem uma frase que resume todo o trabalho de Galileu: “A função da ciência é descrever a natureza da forma como ela é, e não da maneira que gostaríamos que ela fosse”. Provavelmente Galileu diria que a “função da ciência é descrever a natureza como ela é, e não como a Igreja gostaria que fosse”. Hoje podemos dizer que a frase de Demócrito é um dos pilares do pensamento científico.

Galileu não apresentou hipóteses científicas, mas teorias embasadas em fatos por ele observados, mesmo assim não conseguiu convencer os poderosos de sua época. Galileu sabia que se um fato contradiz a teoria, ela deveria ser abandonada ou refeita, o que era considerado uma heresia em sua época.
Mas Galileu é famoso por ter inventado o primeiro telescópio, certo?

Errado, o telescópio foi inventado por um holandês fabricante de lentes chamado Hans Lippershey em 1608, que colocou duas lentes em um tubo e verificou que isso aproximava as imagens, o que seria de grande valor bélico para a época. Mas o que Galileu fez? Para nossa felicidade e de toda a humanidade ele apontou o telescópio para o céu noturno! Foi o primeiro a usar o telescópio para observação astronômica. Começava aí, em 1609, uma nova era científica que iria mudar completamente o jeito de pensar do ser humano. Galileu era um homem religioso, mas ao observar o céu pela primeira vez, deixou de lado todas as idéias de “perfeição dos corpos celestes”, a perfeição do pensamento aristotélico, para a Igreja era a perfeição criada por Deus.

Entre as principais descobertas feitas por Galileu no campo da astronomia temos: Manchas solares, crateras e montanhas na Lua, fases de Vênus similar as fases da nossa lua, os 4 maiores satélites de Júpiter, a formação da Via Láctea por incontáveis estrelas e os anéis de Saturno. O aperfeiçoamento do telescópio por Galileu fez com que os outros instrumentos astronômicos de sua época (Astrolábio, Esfera Armilar, Quadrantes, sextantes, etc) fossem colocados de lado, pois o telescópio era a “última tecnologia”.

Mas além das descobertas no campo da astronomia Galileu fez descobertas, que muitos preferem dizer, foram mais importantes para a ciência. Com essas descobertas pode-se dizer que Galileu foi o criador da física moderna. Foi Galileu quem fez os primeiros estudos do movimento uniformemente acelerado e os primeiros estudos do pêndulo. Deduziu o princípio da inércia e também a lei dos corpos. Essas idéias foram tão importantes e inovadoras que foram as idéias iniciais que levaram Newton a formular sua Mecânica Newtoniana. Galileu também iniciou os estudos para usar a oscilação do pêndulo como um mecanismo preciso para marcação do tempo. Galileu afirmava que “o livro da natureza está escrito em caracteres matemáticos e sem o conhecimento dos mesmos, os homens não poderão compreendê-lo”.

Mas por que as descobertas de Galilei irritavam tanto a Igreja, já que eram demonstradas com evidências por ele? Para a Igreja, o mundo era concebido em duas partes, sendo a superior formada pelo céu, a morada de tudo que era divino, e a inferior formada pela Terra, a morada do homem e tudo o que era mundano. Galileu simplesmente afirmou que todos os objetos físicos, estejam eles no céu ou na Terra são concebidos como sendo da mesma natureza e tratados de modo idêntico. Será que isso tem algum relacionamento com a frase “todos somos poeira de estrelas”? Que grandiosidades de pensamento para um homem, que vivendo em época de “trevas” tinha pensamentos tão “iluminados” como esses.

Em uma carta dirigida a Dom Virginio Cesarini, Galileu fez o seguinte comentário: “Eu nunca pude entender, Ilustríssimo Senhor, de onde se originou o fato de que tudo aquilo que dos meus estudos achei conveniente publicar, para agradar ou servir aos outros, tenha encontrado em muitas pessoas certa animosidade em diminuir, defraudar e desprezar aquele pouco valor que, se não pela obra, ao menos pela minha intenção, eu esperava merecer.”

Muito bem Galileu, apesar de tardio, em 2009 estaremos comemorando todo o seu legado para a humanidade, onde astrônomos do mundo todo farão suas homenagens, divulgando a ciência que você tanto defendeu, demonstrando o quanto você estava certo.

Izabel Ribeiro dos Santos – Grupo de Estudos Astronômicos de Rio Claro – SP

Questão para nossa reflexão:
1. Neste ano celebramos, pela UNESCO, o Ano Internacional da Astronomia. Pesquise quais os principais objetivos deste ano específico.
2. Quais as razões de Galileu ser perseguido pelo poder eclesiásitico? Extraia do texto afirmação ou trechos que confirmem esta tese.
3. Quais são as principais idéias de Galileu Galilei? Justifique sua resposta.
4. Baseando-se no texto quais as outras inovações foram apontadas como sendo de Galileu Galilei?

Videos do Professor Leandro

Loading...

Pesquisa Histórica e Filosófica